Psicologia: terapia e supervisão

Quando entrei na faculdade eu já tinha passado por uma psicoterapia antes e a experiência não tinha sido boa. Imaginem minha reação quando soube que psicólogo tem o compromisso de resolver suas questões pessoais antes de lidar com a demanda dos outros? E quando ouvi falar de uma tal supervisão? Oi?

A supervisão é um acompanhamento que os estudante ou o psicólogo tem de um outro profissional da psicologia sobre os casos que eles atendem. Tanto a supervisão quanto a psicoterapia são muito importantes, não só para nós como sujeitos, mas como profissionais também. 

“A supervisão e o processo de autoconhecimento do terapeuta permitem a prevenção significativa de algumas ocorrências que surgem de sensações desconfortáveis com o paciente ou por pensamentos de incompetência com o caso.”

Mais do que saber a teoria, o profissional deve se conhecer para que não misture seus conteúdos com os do cliente/paciente/usuário

Existem 4 tipos comuns de erros durante o processo. O primeiro ocorre quando o psicólogo entra num modo “desligado”, isto é, o terapeuta se desconecta na hora da sessão e indica sentimentos de tédio e desconforto. O segundo é a superproteção que o terapeuta tenta ter para se blindar dos conteúdos apresentados na sessão, ou seja, ele acaba tendo condutas agressivas e um controle excessivo. O terceiro é o oposto do segundo, nele o terapeuta é super permissivo o que pode gerar uma atitude de descompromisso do individuo em atendimento, isto acontece porque o psicólogo subjulga seu cliente assumindo o papel passivo, na intenção de ter afeto. O quarto é a atitude de critica do psicólogo que pode passar a ideia de exigência ou de permissão quanto ao que o paciente está trazendo.

Vale ressaltar que o psicólogo da terapia não é o mesmo da supervisão. Não vamos misturar as coisas né?

Fica ligado (a)!

psicoterapia-habitar-el-tiempo.jpg

Confiram o vídeo abaixo e vejam a relação terapeuta-paciente como ocorre.  

Fontes:

Disponível em:  https://www.youtube.com/watch?v=jpH0RfWGTZQ. Acesso em: 24 de Outubro de 2016. 

WAINER, R. Revista Psique Ciência & Vida, edição 126, p.24-25.

 

Anúncios

Um comentário sobre “Psicologia: terapia e supervisão

  1. Maíra disse:

    Achei interessante o video e a postagem. Muito bem meninas, estou adorando.
    Fiz terapia durante 6 meses e percebi o quanto foi benéfico na minha vida pessoal. Foram visíveis as mudanças, porém, sempre quando é tocado em assuntos delicados, nossa primeira reação é o afastamento, achando que até ali já foi o suficiente.

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s